Comnheça mais sobre este modelo psicológico humano denominado de Plutão.

Constantemente ouvimos falar sobre Plutão em assuntos da Astrologia… mas o que é mesmo Plutão? Dá um medo de falar sobre o que Plutão e Escorpião significam… Olhe aqui e surpreenda-se!

Quando se fala de Plutão, vem junto o seu aspecto astrológico correlato, que é o signo de Escorpião e os aspectos damorte e da destruição!
Então sobre um arrepio na coluna… alguma coisa muito ruim e negativa está sendo abordado aqui!

Não se aflija, não sai correndo por favor, que eu explico direitinho…Absolutamente a coisa não é assim, e pelo contrário, quando falamos de Plutão, estamos falando de uma parte muitoimportante e profunda de nossa psique! E quando falamos de Escorpião, estamos falando do Arquétipo, do modelo sicológico que nos levará a fazer esta morte ritual de nossas toxinas emocionais mais negativas trazidas das muitas inserções encarnacionais na Terra e antes da Terra, a transformação e purificação emocional que não pode ser feita sem que acessemos este arquétipo denominado de Escorpião.

Escorpião é um dos Arquétipos modeladores de Inconsciente Coletivo, e está ligado à jornada que deveremos fazer para mergulhar no mais sombrio e oculto de nossas EMOÇÕES estagnadas, que se afloram tentando fazer valer tudo o que queremos para satisfazer nossos anseios emocionais, sexuais, afetivos e de poder.

Então Plutão, funciona como uma espécie de PROGRAMA, rodando em nosso psiquismo, e nos mostra como está codificado e sendo processado essa nossa forma pessoal de lidar com o PODER e com o que somos capazes de fazer aos extremos, no escurinho da vista de todos, para atingir aquilo que desejamos obter. No fundo, é como se fosse o mesmo Escorpião, porém um a nível de programa e outro a nível de atributos naturais mas não obrigatórios, daquele programa.

Veja que estas duas coisas são correlatas, pois nossas emoções negativadas acionam formas de Poder para se manifestarem e se satisfazerem no mundo.

Fisicamente falando agora, no Sistema Solar, Plutão é o planeta mais distante da Terra, e tido como o menor de todos eles… Inclusive, para a ciência, desde 2006, nem planeta mais é considerado… mas quando as sondas espaciais chegaram lá, viram que ele não era tão pequenininho assim como se supunha para ter sido desclassificado da condição de Planeta… mas Oxalá, já tinham destituído o Poderoso Plutão de seu cargo planetário e ficaria muito feio terem de voltar atrás… A loucura foi tanta naquele ano, que os estados do Novo México e Illinois nos EUA, emitiram leis estaduais onde decretaram que para eles, Plutão continua sendo um planeta. Mundo louco hein?
Arquetipicamente, este planetinha, apesar de ser o menor de todos, é o mais poderoso símbolo dentro do psiquismo humano representado pela Astrologia. Seu funcionamento possui um sincronismo último com a mecânica celeste que desempenha no Sistema Solar e dentro da simbologia de nosso inconsciente.

Mecanicamente, Plutão não desenvolve uma órbita bem certinha, no mesmo plano orbital dos outros planetas que navegam ao redor do Sol. Plutão se lança num mergulho abaixo do que seria a linha do Horizonte Celeste de nosso Sistema Solar, mergulhando no que se poderia chamar de Noite Galáctica, e representando simbolicamente, este mesmo mergulho no interior de nosso Inconsciente obscuro, onde jazem as nossas emoções lá ocultadas, e que terão agora nesta vida, de serem abordadas para que possamosresolvê-las e limpar a sujeira interna que ainda carregamos.

Na outra borda do Sistema Solar, Plutão sai deste mergulho astronômico, subindo na linha das outras orbitas planetárias em vários graus, e ressurge neste lado oposto como um peixe que se lança para fora da água, na zona que poderíamos chamas de “o Dia Galáctico”.
Arquetipicamente, este movimento representa a entrada para o Consciente, trazendo os conteúdos ocultados que entrou em contato em sua passagem pelo nosso Inconsciente, e que desesperadamente, reagimos e ocultamos para que não venham à tona para expondo para o mundo uma parte putrefata de nossa índole. Em Alquimia isso é chamado de Putre Factio, a observação de nossas partes putreficadas.

Então, no nosso Mapa Astrológico, Plutão se torna o movimento evolutivo onde teremos de encarar aquilo que está apodrecido dentro de nós, aquilo que não poderá mais ser permitido ficar ocultado para o nosso estágio atual de evolução sobre o planeta.

Plutão vai fazer você ter de lidar com estes estados de consciência ocultos, de Emoções, Poder e Sexo. E ele vai fazer isso por bem ou por mal. Mas vai vir a tona em sua forma de agir no mundo, e você terá de lidar publicamente com isso… e se não lidar, eles aparecem na forma de consequências destrutivas e eventos complicados na vida da pessoa.

Na mitologia Grega, Plutão é chamado de Hades, o Deus dos Infernos. Nesta história mitológica, Hades rapta a ninfeta Core e a leva para o interior dos Infernos onde era sua morada. É relatada uma conotação sexual neste mito, com a transformação da virgem Core, na mulher Perséfone, e isso teve um preço… a ritualística sexual para a satisfação do Poder de Hades que o mito enseja, que transforma Core, de ninfeta em uma mulher adulta – Perséfone.

Este simbolismo mostra que a transformação que Plutão nos obriga a fazer, terá um preço a pagar. E este preço é o esforço de conseguir abrir mão daquilo que tanto deseja e que faria qualquer atitude perversa e negativa para conseguir.

No mito de Hades, aqueles que entravam no Mundo dos Mortos, o reino de Hades, deveriam atravessar o Rio Aqueronte, e para isso, deveriam pagar uma moeda ao barqueiro CARONTE pela travessia. CARONTE, era quem conduzia os mortos para o Reino de Hades, onde seriam então julgados. Em muitas religiões, este mito se perpetuou e ainda hoje em dia, as pessoas colocam uma moeda na boca, olhos ou na mão do defunto, para garantir exatamente esta sua travessia. É uma simbologia mítica de que existe este preço a pagar para merecer o julgamento do Juiz no reino do pós-mortem, mas também, porque não querem que o morto não tenha com pagar e acabe ficando por aqui na forma de um obsessor enchendo o saco de todo mundo, né?

Mas para nós, os ainda vivos, o preço a pagar pelo que Plutão codifica em seu Mapa Astrológico, é você ter de abrir mão de tudo o que você considera como as bases do seu Poder pessoal, de tudo o que você costumava fazer em suas vidas passadas para fazer valer o que queria impor ao mundo ao seu redor.

Terá de transformar a sua maneira apodrecida de lidar com o Poder, para aprender a compartilhar o mesmo Poder com o que é melhor para o mundo que te cerca. Então ele se trata de um necessário passo evolutivo, que implica rever nossas formas de imposição, violência e crueldade interna. E a Astrologia pode dizer a você, com base em seu Mapa Astrológico, como estas coisas estão codificadas em seu passado e em seu presente, para que você saiba o que fazer com elas na vida atual.
Vendo agora Plutão com estes olhos de um sentido encantadoramente profundo, estaria disposto, a partir de agora, dizer:

I LOVE PLUTO !
Tenham um bom dia e façam as pazes com CARONTE!

Danilo Noronha
Exordium – Conhecimento Extraordinário
CURITIBA e PORTO ALEGRE
Você não precisa saber nada… aprenderá tudo aqui
Veja programa completo de cursos e informações em www.exordium.com.br

Deixe um Comentário