Porque não temos Paz? O problema é nosso ou são os outros?
Vivemos imersos numa rede neural extremamente negativa, somos condicionados a não pensar, não aprofundar, a viver soluções que não são curativas, mas somente uma forma de ludibriar a evolução da Consciência. Será que isso tem a ver com a questão da Paz no mundo? Venha descobrir mais neste artigo!

Interessante que todos nós desejamos tanto a Paz… mas no entanto ela nunca está presente na maioria dos lugares e nem na maioria das pessoas. Mas, se todos desejam tanto a Paz, por que ela então não consegue existir na sociedade, e nem mesmo dentro dos nossos lares? Talvez a resposta seja porque o que se chama de Paz, não seja algo que EXISTA DE FATO, como um objeto a ser alcançado.

Podemos estar diante das miopias espirituais que nos assolam… pois uma potencial falta de percepção de que seja paz, irá nos distanciar dela.
Frequentemente tenderemos a entender a Paz como se ela fosse um substantivo da mesma forma que uma cadeira, uma mesa, um objeto que existe por sí somente. Não costumamos chamar de Paz, a CONSEQUÊNCIA que advém como resultante da existência de outras coisas, que não são a Paz propriamente dita… coisas como a harmonia que você estabeleceu ao seu redor, o seu próprio afastamento da competição, da raiva, do entendimento para com tudo o que existe ao seu redor, desde a Natureza até as pessoas que convivem nesta proximidade pessoal e social.

Se a Paz pode ser explicada assim desta forma, já podemos ver então a característica perene da mesma… por sua natureza de ser uma resultante de diversos fatores difíceis de serem controlados. Então a Paz dura somente até que novas pessoas ou novos ambientes sejam experimentados. Quando a tua habilidade de se integrar nestes ambientes e com as pessoas for movimentada, então esta Paz está em risco de sumir repentinamente de seu redor.

Se a tua habilidade de não interferir nos DIREITOS de outros e as REGRAS BÁSICAS de convívio em grupo forem rompidas, alguém estimula uma manifestação que abala a sua pseudo Paz. Isso exige uma pronunciada visão existencial do que é DIREITO e do que é DEVER, do que é PRODUTIVO e do que é IMPRODUTIVO, não somente para si, mas para os grupos em que estás inserido, sejam familiar, profissional ou social.
E dependendo de aonde você se inseriu para fazer a sua atual experiência de vida, o INDIVIDUAL não poderá mais ser atendido sem LIMITES e CONCORDÂNCIA DOS GRUPOS. Caso contrário, esta pessoa não está ainda pronta para viver em GRUPOS, sejam familiares, profissionais ou sociais… ainda não venceu os limites dos anseios de seu EGO.

O detalhe é que, em relação aos grupos sociais, até certo ponto você escolhe, mas os familiares não… Quando alguém não consegue deixar de afetar a tudo ao seu redor, de querer fazer o mundo girar a sua volta somente para atender as suas próprias necessidades, e estas necessidades “saem da casinha” a ponto de desequilibrar o meio, alguém MAIS DECIDIDO e INDEPENDENTE de você, irá se propor a fazer você parar.
Não são pessoas malvadas tentando te matar… é somente um mecanismo de AUTO REGULAÇÃO da Psicologia Sideral instalada no Planeta. Você está sendo “INFORMADO” por algum agente terreno, para PARAR! Informado de que o que faz não está harmônico com aquele MICROCOSMOS compartilhado.

O problema se torna você saber discernir de que lado desta balança você está agora… As oposições a suas ideias e atitudes irão aparecer, e podem aparecer Carmicamente para que a pessoa seja reprimida por alguém mais forte do que ela… mas também poderá ser por todo o meio social em que ela vive. É um lembrete invisível de que algo está errado com seus anseios e vontades… e a Paz se vai… Nestes momentos seria importante você saber o que existe no seu Mapa Astrológico, se os programas que codificam a sua visão e atitude de vida, possuem algum tipo de deficiência, para se autoconvencer sobre o lado da balança em que estás agora!

Sem conhecimentos de causa, a saída provável se torna você se afastar das pessoas e do meio “agressivo” a você… ir buscar a vida em Paz… Mas isso, no fundo, é somente uma fuga para um novo local de conflitos que virá!

E seus ouvintes, quase sempre “escolhidos a dedo”, concordarão com você em sua retirada, pois sempre damos ao mundo a versão dos PERSEGUIDOS e dos VITIMADOS. E quando não percebemos a real dimensão interna, nem sequer estamos errados de assim nos relatar ao mundo próximo, pois nossa Alma sempre irá buscar alguma forma de amparo.

De forma inconsciente, faz isso sempre junto aos menos esclarecidos ou despreocupados em questionar o seu próprio discurso apresentado. Pois todos nós, por deficiência de nossa auto análise, sempre tentamos criar um APOIO FABRICADO nas proximidades afetivas de nossas relações de confiança.

Mas sua Alma não pode criar um apoio fabricado… porque a nossa desarmonia interior é exatamente o que está movimentando as pessoas que decidem entrar em guerra contra nossos desejos pessoais. Ninguém se rebela contra o que está harmônico, produtivo e útil ao sistema próximo.
Mas veja que uma parte deste sistema até pode fazer isso, mas será por manipulações do Poder externo. Mas numa família, tudo que é bom é perfeitamente aceito, pois a ideia espiritual da instalação do Clã, é estar em proteção mútua contra as agressões externas, crescer junto, enriquecer junto, dividir e aprender a se amar.

A PAZ ARTIFICIAL é formada pela fuga da percepção do que realmente gera a desarmonia, e da necessidade de uma imediata modificação de seus próprios padrões pessoais, achando que são os outros que devem te aceitar, e não você que deve promover uma imediata correção de atitude para a sua própria evolução.

Então, esta Paz não vai durar muito… se a percepção da desarmonia que se provoca ao redor não surgir, o mecanismo auto regulador da existência planetária, as Regras de Sistema deste complexo Holograma Encarnacional, o irá atrair para novas situações de perda desta Paz!
A razão é PORQUE A PAZ NÃO EXISTE… porque ela é somente o sentimento que fica da consequência experimentada de quem está integrado ou não, com as coisas ao seu redor! De quem PENSA naquilo que está ao seu redor… EMPATIA GRUPAL. o Egos infantilizados não possuem limitadores de suas vontades… o Antigos opositores e inimigos cármicos são colocados dentro de nossas famílias… o Não existe esclarecimento espiritual adequado para entender o mecanismo da vida… o O mundo oferece massivamente religiões e seitas dogmáticas ou fanatismos robotizantes… o As pessoas são seduzidas por consumismo e superficialidades… o Técnicas ineficazes de terapias, desconectadas do mecanismo psíquico real, transbordam por todos os lugares… o A imbecilização cultural são retransmitidas por telemóveis, internet e mídia… o A Escola e as Academias são programadas para te robotizar com conhecimentos manipulados, pois são as ferramentas estratégicas para te transformar numa futura engrenagem da máquina do Poder. o Seus preciosos Bytes cerebrais ficam entupidos de inutilidades que congestionam a sua capacidade de discernir … Olhando como tudo é, convenhamos que não se torna muito fácil viver e nem perceber a realidade neste mundo atual para que tenhamos um DIA DE PAZ!

Então, talvez não tenhamos de buscar a Paz, tenhamos de buscar o bom senso e a Consciência dos efeitos das formas como estamos vivendo, da concordância dos outros com aquilo que se julga ser o melhor para todos envolvidos, da percepção das ilusões vendidas pelo mundo a nós, que nos faz termos de ser competitivos, violentos, apressados, seguir regras e regras em tudo, atingir metas absurdas, mentir e enganar para fazer os papeis corporativos… e uma lista interminável de absurdos existenciais que nos levam para uma permanente guerra com tudo na vida… e quando a guerra fica insuportável para nossa Alma, ela foge para um outro lugar onde tenha PAZ… e de lá vai recomeçar tudo de novo!
PAZ ARTIFICIAL não é Paz… é uma ilusão de Egos espiritualmente adolescentes ainda. FIQUEM EM PAZ (não artificial) !

Danilo Noronha
Exordium – Conhecimento Extraordinário
CURITIBA e PORTO ALEGRE
Você não precisa saber nada… aprenderá tudo aqui
Veja programa completo de cursos e informações em www.exordium.com.br

Deixe um Comentário